terça-feira, 28 de setembro de 2010

São Paulo/SP - Paraty/RJ - Parte 0

Quarta-Feira, 15/09/2010. Estava eu, deitado em minha cama (férias é realmente uma benção!), cochilando um pouco (se a memória não me falha) quando o telefone toca, com o Sr. Einstein no outro lado:

-Alô Tux?
-Fala Einstein...blz? Eu tava tirando um cochilo...
-Hehehe, Putz, desculpa ai...
-Que isso...O que você manda, Mestre?
-Vamos viajar?
-Pra onde, meu bom?
-Sei lá, pra onde você quiser! Queria ir pra um litoral qualquer, sei lá...
-Mas quando?
-Qualquer dia a partir de amanhã. Só tenho compromisso na quinta-feira que vem. Vamo aí?
-Ah...vamo embora!
-Hahahahaha!
Nesse momento, me vieram à cabeça as viagenns que o João Barreto fez à Ilhabela e o Waldson fez à Paraty. Não deu outra:
-Vamos pra Paraty?
-Vamos!!!
-Vou traçar mais ou menos o roteiro no Maps e te mando à noite.
-Beleza!
-Bjunda!

Menos de meia hora depois mandei um um email c/ o rascunho do que seria o nosso roteiro, saindo de SP, indo pra Paraty.
A partir desse email, trocamos alguns outros, discutindo o que levar de bagagem, o que precisariamos comprar para acondicionar a tal bagagem, entre outros detalhes.

Na sexta-feira, por volta das 12hrs, O Sr. Einstein buzina em meu portão, e tem início o Dia 0.

Bikes dentro do carro do Dr. Einstein.


















Vocês vão perguntar: Porque Dia 0? Esse dia foi uma saga, que tinha como objetivo buscar um par de bagageiros de canote, uma bolsa de guidão e uma bolsa pro bagageiro.
Fomos à Decathlon da Marginal Pinheiros, vimos alguns bagageiros, mas isso não nos animou muito. 
Daí eu sugerí que fossemos à BikeTown para caças os itens que citei acima, mas também dar uma olhada na Fuji Absolute 2.0/3.0, bikes híbridas com grande potencial para cicloturismo.

Pois bem, ao chegar à loja, ficamos olhando alforjes, bagageiros, etc...daí quando fomos atendidos, pedi pra ver a tal bike. Fiquei encantado c/ a magrela, mas não estava disposto (nem munido de cascalho) para comprá-la, mas Einstein ficou com os olhinhos brilhando.
Depois de tantos elogios e de especular sobre as possibilidades de transformação da bike para os nossos propósitos, o rapaz não se conteve:
-Ah, véio...vou levar essa pˆ&ˆ%$
-Tá de sacanagem?
-Não, véio...vou levar!

Depois de namorar bagageiros, alforjes, farois, sapatilha, pedal, etc e tal, saímos da loja em busca do meu simples bagageiro e de um bar end shifter 9v, que seria usado pra trocar a direção da Fuji (guidão flat) por um guidão drop.

Rodamos um bocado, ligamos pra várias bikeshops, mas não achamos o tal shifter. 
Cheios de fome, desencanamos e fomos ao Kone, pra degustar maravilhosos Temakis e outras delícias da culinária Japonesa/Paulista.
Abastecidos, fomos buscar meu bagageiro flutuante na Sunny Bikes, e mais ou menos as 18:30 o pessoal da BikeTown nos ligou, pra buscar a bike já customizada, exceto pela direção, que não teve jeito, ficou c/ guidão flat.

Detalhes conferidos, alforje escolhido, negócio finalmente fechado, voltamos pra casa do Einstein pra arrumar as coisas. 

Chegamos lá e o Einstein já começou a arrumar a bagagem nos alforjes, balanceando calmamente a carga. Com tanto espaço disponível, não preciso dizer que ele caprichou!

Olhem só como ficaram as duas bikes:


















Obviamente ficamos excitadíssimos com as possibilidades, mas ainda não tinhamos um roteiro bem definido, principalmente no que tange à nossos pernoites.
Face a esse pequeno problema, não pensei duas vezes: Liguei pro meu Guru/Amigão/Cicloturista, o sempre solícito Sr. Waldson Gutierres, vulgo Antigão. (http://pneunaestrada.blogspot.com)


















Conversamos por uns 20 minutos (ou mais) e ele se comprometeu a nos enviar uma lista de pousadas/campings ao longo do caminho.

Assim que terminei a ligação, a palavra "camping" nos enlouqueceu. Ficamos pilhados, loucos para (nas palavras do Einstein), colocar "emoção" na viagem. Pois bem, resolvemos que iríamos de barraca e ficaríamos em campings.

Próximo passo, ligar pro Elcio! Durante as compras, lembramos que iríamos no sábado, então o Elcio poderia fazer pelo menos a primeira perna do passeio. Ligamos pra ele e, naquele momento, ele se mostrou interessado, mas nos ligaria pra confirmar.
Por volta das 21hrs (penso eu) conseguimos falar c/ ele, mas o salafrário (brincadeira, brother) se esquivou, dizendo ter outros compromissos e tal...
Entendendo a situação, ainda assim pedimos à ele que nos emprestasse a sua famosa barraca de camping de 6 lugares.

Tudo (mais ou menos) acertado, hora de comer algo. Fizemos um macarrão e, depois de comer, começamos os preparativos pra dormir. 
Combinamos que acordaríamos por volta das 5 da manhã. 

Einstein pro seu quarto, eu no sofazinho, devidamente "customizado" pra ser meu berço...puxei o ronco!
Bien, pra mim foi dormir mesmo, mas o Sr. Einstein, tava pilhadáço...segundo ele, só foi cochilar um pouco perto as 4 da manhã.

Enfim...o que vem daqui pra frente já pertence ao Dia 1!

Até lá!




Nenhum comentário: