quarta-feira, 16 de março de 2011

Travelling Without Moving

"Oh Yeah...I know all we're doing is travelling...without moving..."

Buenas Crianças.

Não...eu não mudei o foco do meu bloguezinho...
Esse post não é uma resenha sobre o disco da Banda de Acid Jazz/Jazz Funk Jamiroquai, lançado em 1996, que é, IMHO, o MELHOR disco dos caras. (quem não conhece, PELAMORDEDEUS, confira).
Capa do Disco Travelling Without Moving do Jamiroquai






















O título me veio ontem a tardezinha, depois de trocar uns emails sobre CicloTurismo.
Como esse tal de CicloTurismo é viciante...

O volume da conversa sobre o assunto obviamente me fez olhar pro calendário, pra esse humilde e mal escrito blog e pensar: "Poxa vida...tô precisando viajar!"

Vontade e idéias não faltam. Eventualmente eu me pego olhando pro Google Maps/Earth, pensando onde seria um lugar bacana pra viajar, ou lendo os blogs dos meus amigos Cicloturistas pra relembrar como foram as suas ultimas viagens.
As vezes até ensaio traçar umas rotas, fazer gráficos de altimetria, procurar locais de estadia e eventuais atrações, tais como parques, cachoeiras, etc...mas tudo isso não sai do campo da imaginação (sacaram o título agora?)

O calendário de 2011 não está muito pros Cicloturistas que não podem deixar o trabalho por alguns dias pra poder se deliciar com uma viagem. Temos poucos feriados prolongados, já que a maioria vai cair no sábado/domingo ou bem no meio da semana.

Além disso, "as aguas de março fechando o verão" (desculpem os trocadilhos musicais...coisa de jukebox humana), estão mandando quaisquer planejamentos de viagens curtas por "agua abaixo".

Triste, não?

Viajar me faz um bem sem tamanho. Tira o stress, abre a mente e me coloca muito mais perto do "meu eu". Ficar sem isso é meio chato, sabe? Só quem viaja de bike sabe como é isso.

Mas chato mesmo é ver a "Só no Girinho" encostada no quarto, com alforgezinho vazio, louca pra pegar a estrada e fazer sua estréia, mas enfim...vamos ver se damos um jeito nisso agora no outono/inverno.
O clima fica propício pra pedalar a partir de maio/junho. E mesmo sem muitos feriados, vou dar um jeito!

Enquanto isso não acontece "for real", continuo na balada do "Travelling Without Moving".

Abração, criançada!

Nenhum comentário: