sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Dia 01 - Entrando Numa Fria: Cicloviagem à Serra Gaúcha

¡Buenas!

O dia finalmente 13/07 chegou!
Final da Copa do Mundo e eu, despreocupado com futebol, estava com as minhas tralhas ajeitadas pra viagem!


O vôo só sairia as 22h, mas no fim da tarde começou a minha saga pra chegar ao aeroporto. Uma logística terrível de Cotia à Guarulhos: Taxi pro Terminal Cotia, Ônibus até a Barra-Funda, Airport Bus Service até Guarulhos e finalmente o embarque!

Cheguei à POA por volta de 00:30, peguei um taxi até o Hostel Boutique Porto Alegre e rapidamente fiz check-in pra poder descansar.

Foto retirada do site http://www.hostel.tur.br/
Acordei cedo, tomei aquele belo café da manhã e comecei a montagem da Só no Girinho.

SnG Fully Loaded, Ready to Rock!
Pouco depois das 11h, fiz meu check-out, solicitei ao dono do hostel que guardasse minha mochila e mala-bike até o dia 24 e, como dizem por lá, "toquei ficha" para Canoas pela BR-116.
Lá, seria recepcionado pelo caro amigo Marcos Netto e família.

Um pedalzinho curto, com clima ensolarado e até que bastante quente, fui girando tranquilo até minha primeira parada: o famoso "Sítio do Laçador".

Comecei a tirar umas fotos e um rapaz que estava na beira da BR filmando aviões me abordou e se ofereceu pra tirar umas "chapas".

Credito da foto: Um rapaz que estava filmando aviões na BR.
Depois de agradecê-lo, continuei pela BR-116 até chegar a Canoas. Para uma segunda-feira, até que não estava muito movimentada!

Circulei um pouco pela cidade até que parei pra almoçar num restaurantezinho na beira de estrada.

Cheguei no lugar e pedi o cardápio. Dentre as opções, uma tal de "Alaminuta de Filé" (entre outras). Perguntei ao garçom o que seria, ele me explicou que era um prato de arroz/feijão/filé/fritas/salada. Quando o prato chegou, eu abri um sorrisão e disse: "...ah...isso é um PF!"
Um belo PF, mas com feijão preto ao invés do feijão carioca, costume do sul, como pude perceber ao longo da viagem.

Depois do rango, toquei pro Parque Municipal Getulio Vargas, conhecido também como Capão do Corvo.

Um lugar tranquilo, onde pude descansar e esperar o fim da tarde, pra seguir até o trabalho do Marcos e, por fim, até sua casa!



Só na Vagabundagem!
Além do descanso, pude tirar fotos de passarinhos, ver a criançada correndo e também alimentei os pernilongos e muriçocas do parque! hehehehe!

Segui até o trabalho do Marcos, onde tive a chance de bater um papo e ainda ganhei um par de caramanholas (que se mostraram muito úteis durante a trip).
Como ela ainda estava enrolado com o trabalho, peguei instruções de como seguir até sua casa.

Com as explicações e meu GPS, cheguei ao local e fui recebido por sua esposa, que foi muitíssimo atenciosa e hospitaleira.
De banho tomado, com cara de "gente", fui apresentado aos dois filhos do casal e, com a chegada do Marcão, começamos o famoso e aguardado "Churrasco Gaúcho".

Olha a cara do Xiru!
Será que tava bom? Tava ÓTIMO!!!
Muita conversa e mais dicas pra viagem, regadas a um vinhozinho "tri", seguimos até tarde da noite proseando e comendo essa delícia de churras e demais acompanhamentos!
Depois disso, um "negrinho de colher" e berço pra todo mundo!

Obrigado Marcos e Família pela excepcional hospitalidade! Curti demais o tempo aí com vocês!

E foi assim terminou o primeiro dia de viagem! 

Pra quem quiser o tracklog e estatísticas: http://www.strava.com/activities/169871024

Até o próximo post!

¡Brazo!

2 comentários:

Claudio Plentz disse...

Muito bom, Tux!

Adoro seus relatos em doses homeopáticas!

Abraços!

Waldson Gutierres disse...

Grande Tux! Show de roda. Um dia de pedal findando na casa do Marcos com certeza é exepcional!
Bora pros demais dias!
Abração!