segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Construindo minha TouringBike Parte 03 (FINAL)

Buenas, Criançada!

Vocês não fazem idéia do alívio que me dá escrever o desfecho da saga da minha TouringBike.

O projeto, como vocês devem lembrar, começou oficialmente no dia 05/12, teve vários contratempos e no dia 23/12 teve seu revés.

No dia 15/01 o Igor foi até minha casa pra pegar o quadro e as peças da Bike. Ele levou (quase) tudo que eu havia separado, justamente pra evitar eventuais problemas pós-pintura.
O que tinha pra resolver era bem simples: O chainstay havia ficado c/ uma abertura muito grande, junto ao tubo do movimento central. Com isso, o pedivela Road que comprei não pôde ser encaixado, além da pintura, que não havia ficado do meu (nem do Igor Miyamura) agrado.

Durante as semanas que se passaram, eu meio que desencanei, pois sabia que não adiantaria ficar pilhado com o término e também não haviam viagens marcadas.

Eis que, sábado, 11/02, estou em casa relaxando e o telefone toca: Igor Myamura, no outro lado da linha, perguntando se eu recebi o MMS com a foto da bike.
Eu ainda não tinha visto, então falei um pouco com ele e logo fui conferir a foto. A vi rapidamente, mas acho que a empolgação ou sabe-deus-o-que me fizeram apagar acidentalmente a foto do celular que estava usando no momento: Um Motorola W-375 sem-vergonha!
Pense se eu não fiquei IRADO? Ansiosíssimo pra ver a bike e o raio do telefone me prega essa peça.

Bem, pelo menos a bike está pronta, me aguardando, certo?

Cheguei na segunda-feira e logo pela manhã, o Igor me manda uma mensagem via MSN Messenger com a tão esperada foto:
















Ela ainda está com o canote/selim do Miyamura, já que eu esqueci de enviar o meu conjunto. Também está sem o bagageiro dianteiro, que está devidamente comprado, aguardando a chegada da digníssima magrela.

O quadro ficou MARAVILHOSO! Pintura Verde "Celeste" Bianchi, peças simples, mas confiáveis e design limpo e elegante.

Durante o dia, combinamos que eu pegaria a bike na quarta-feira, dia 16/02, já que ele não estaria em Ibiúna no fim de semana. O problema é que na quarta-feira caiu o maior toró do mundo em SP.
Acabamos marcando pra eu pegar a bike na sexta-feira, dia 18, na Estação Sacomã do Metrô.

Saí do trabalho, munido de meu "Mala Bike", já que não tenho carro e não poderia transitar com ela nos trens da CPTM e mesmo no Metrô, só poderia fazê-lo depois das 20:30hrs.
Demorou um bocado pra eu chegar lá...afinal, sexta-feira, fim de expediente nos Trens/Metrô...algumas baldeações...tudo lotado e tal.

Não preciso dizer a cara que fiz quando vi a bike "ao vivo". Pulo de alegria, sorrizão estampado e muita vontade de sair pedalando.
Apesar do pneu baixo, não resisti a pelo menos uma voltinha, pra sentir a bike.

Um pouco de papo, Miyamura se foi e eu coloquei a bike no Mala Bike e voltei pro Metrô, afim de chegar logo em casa.

Chegando em Barueri, não resisti: Desci do Trem, caminhei até um posto de gasolina, calibrei os pneus, montei a danada e fui pra casa pedalando.
Devo dizer que, apesar de curto o trajeto, foi ótimo ter pedalado um bocadinho com ela...já deu pra ter idéia de quão macia e confortável ela é.

Projeto finalmente encerrado, bastam apenas alguns ajustes pra deixá-la "nos trinques".

Olha aí algumas fotos dela, tiradas hoje pela manhã (tiradas do celular...sem muita qualidade):
Já equipada c/ alforge traseiro e suporte de caramanhola...

Garfo rígido, guidão drop e STIs Sora...

Um close no grafismo...

De frente com a "Só no Girinho"...

Pedivela compacto 50/34 e pedais clipless MTB...

K7 Shimano 11/32 e Câmbio Sora...

Pezinho de descanso, acessório essencial de cicloturista...

Outro close do grafismo, do lado oposto...

Nome de Batismo...

Nome do Dono...

Pedigree...

A bike está extremamente macia e confortável. A relação ficou levinha, propícia pra altas ladeiras, mesmo carregado, e ainda assim, dá pra desenvolver uma boa velocidade nas retas/descidas.



Eis o TechSpec da "Só no Girinho":

Quadro: Miyamura - "Só no Girinho" na cor Verde "Celeste" Bianchi;
Guidão: Zoom Alumínio 44cm;
Avanço: Truvativ XR 3D 65mm;
Caixa Direção: Neco Semi-Integrada;
STI: Shimano Sora 3300;
Freios: Cantilever Shimano Exage BR-M250;
Cambios D/T: Shimano Sora 3300;
Mov. Central: Shimano 5500 109,5mm;
Pedivela: Ritchey WCS Compact 50/34;
Corrente: Shimano Sora 8v HG-50 ;
K7: Shimano Altus HG-30 - 11/32 8v;
Cubos: Shimano Paralax 36 Furos;
Raios Inox;
Aros: Vzan Speed 700;
Pneus: Kenda 700x38;
Canote: Trigon SP-107 em Fibra de Carbono;
Abraçadeira Canote: Caloi;
Selim: Calipso;
Bagageiros D/T: Tranz-X;
Pedais: B'Twin Clipless MTB;

Gostaria de deixar meus agradecimentos aos caríssimos amigos que me ajudaram durante o Projeto. Todos foram de extrema importância pra que ele acontecesse. VALEWS GALERA!

E se preparem: Agora todos estão escalados pra fazer uma viagem comigo! :D

Bora Girar, moçada!

Grande abraço e até a próxima!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Iniciando Minhas Filhas no Ciclismo

Buenas Crianças.

Acho que não é novidade pra ninguém que toda criança sonha (ou sonhou) um dia em ter uma bicicleta.
Eu mesmo, quando era criança, ficava maluco ao ver a molecada do bairro, girando pra cima e pra baixo, com as suas famosas Caloi Cross ou Monark BMX...

Por não ter grana, meus pais demoraram um bocado pra NOS dar (sim...eu tenho um irmão gêmeo) UMA bicicleta.
Pensem o como era chato ter de compartilhar uma bike. Com o tempo, acabou que meu pai nos deu a segunda bike e essa estória acabou.

Pois bem, tantos anos passados, eu virei Papai de duas lindas Princesas e, como não poderia deixar de ser, o sonho da bicicleta continuou seu legado.

Influenciadas pelo "Papai Pedaleiro", primeiro a Gabi e algum tempo depois a Julia, começaram a querer pedalar também.

A Gabi tem uma Caloi Ceci aro 20", desde 2008. Apesar de tanto tempo com a bike, tinhamos pouco tempo pra aproveita-la. Isso explica porque ela ainda não aprendeu a pedalar sem as rodinhas de apoio...

Gabi estreando a bike em 2008.

















Já a Julia foi recentemente presenteada com uma bike aro 12". A bike foi um presente de uma amiga do trabalho. Ela estava encostada, já que sua filha havia crescido e não conseguia mais usá-la.

Bike da Juju, limpinha, pronta pra girar!

















Já havia algum tempo que eu queria dar uma bici pra Juju, mas sempre acontecia algum imprevisto financeiro. Sendo assim, esse presente não podia chegar em momento mais propício.

Tendo eu recentemente me separado, por incrível que pareça, tenho conseguido muitíssimo mais tempo de qualidade com elas.
Esse tempo de qualidade agora incluiriam algumas voltinhas de bike com as meninas!

Na semana em que ganhamos a bike, mostrei a foto acima para as meninas. Quando a Julia viu essa fotinho, ela ficou muitíssimo feliz e ouriçada pra começar a pedalar, mas como moramos relativamente longe, ela teve que esperar uns dias.
A Gabi também ficou muito feliz, pois agora teria a irmã como companheira de pedal! Elas são muitíssimo unidas, apesar dos 4 anos de diferença. Adoram brincar juntas, embora aconteçam eventuais briguinhas por brinquedos....é um baratinho!

Antes do fim de semana de estréia da Julia, peguei a bike da Gabi e trouxe pra minha casa, afim de dar um "trato", já que há muito ela não pedalava.

Com as duas bikes "no jeito", eis que chega o fim de semana da estréia: Ambas estavam ansiosíssimas.

Quando elas chegaram em casa e viram as duas bicicletas, limpinhas, prontinhas pra girar, ficaram "malucas"! Se dependesse delas, sairíamos pra pedalar à noite!

Na manhã do dia seguinte, ambas acordaram super cedo, me tiraram da cama e fomos pedalar. As levei pra uma praça perto de casa.
Estava um dia muito lindo, propício pra brincar, apesar do calor forte.

Então, munidos de garrafinha d'agua, começamos a farra com as bikes:
Iniciação ao Ciclistmo: Julia, 3 anos e Gabriela, 7 anos, com suas "máquinas"

















Não tem preço fazer uma criança sorrir, principalmente quando essa criança é sua!

A Gabi, que já pedala, adorou voltar pro selim. Ela sentia muita falta de brincarmos de bike.
Já a Julia..ah, Julia...essa figurinha aí só precisou que ficasse segurando o selim por alguns minutos. Quando ela pegou o "jeitão" da coisa, não queria de jeito nenhum que eu a segurasse.

Em menos de 1/2 hora, elas duas estavam pedalando de um lado pro outro, se divertindo muito.

Julia Pedalando sozinha!

















Impressionante foi ver a Gabi fazendo amiguinhos! Tinha um garoto andando por perto e ela logo foi lá socializar com o guri. Não demorou nada pra eles ficarem conversando e pedalando juntos!
Gabriela e seu primeiro amigo de pedal!


















Parece que ambas estão adorando a brincadeira. Eu só não fui com minha bike também, pois imaginava que ambas precisariam de mais atenção e apoio pra (re)começar a pedalar.

Não preciso dizer que fiquei radiante de felicidade. É um prazer enorme ver minhas duas Filhotas fazendo,  com muita vontade, o esporte que o Papai mais gosta: Pedalar.

Espero que o bichinho do ciclismo as pegue como me pegou.
Já fico imaginando, eu mais velho, fazendo cicloviagens escoltado pelas minhas duas Lindas Princesas.

Mais do que me sentir feliz, me sinto orgulhoso em perceber que estamos sendo um bom exemplo pra essa garotadinha que vem chegando. Quanto mais a gente puder influenciar positivamente esses jovenzinhos, melhor será a sociedade que está por vir e, consequentemente, mais tranquila a nossa velhice! hahaha!

Agora só falta comprar um par de capacetes pras Pequenas e ensinar a pedalar sem as rodinhas de apoio!

Bons giros à todos!
Abraço e até o próximo post!!!